Poema do Dia – 1991

1991
O que houve em sua vida em 1991?  Pode ser que você nem tivesse nascido, mas será que esse ano serviu de inspiração para o poema 1991, do livro Teresa de Assis, Sublimação?

Confira a beleza e singeleza desse poema sutil.

1991

De uma inquietude e vastas emoções
Nasce o poema e em suas vibrações
Se evidencia a ânsia de viver
E o tempo escoa sem se perceber…

É finda a aurora a tarde se insinua
E o que fiz eu para perpetuar
A doce glória de aqui estar?

Senão o amor que penso repartir
E a tênue luz, suponho espargir,
Nada mais posso a não ser lutar.

Enquanto aguardo a hora do crepúsculo
Tento escrever, me autoanalisar
Quem sabe sou o que não quero ser?
Decido agora. A noite vai chegar.

Publicado em 3 de abril de 2015

Artigos Relacionados